Colunistas

Fernanda Nichelle responde: Correr envelhece?

Escrito por  | 

Hey, amores!

Hoje tem novidade aqui no blog: periodicamente vamos receber especialistas para responderem às mais diversas perguntas – mitos, curiosidades, tabus e muito mais!

Quem inaugura o espaço é a nossa maravilhosa Fernanda Nichelle, médica e proprietária da Clínica MAC. A Fê já é conhecida dos leitores aqui do blog, pois mensamelmente publica sua coluna sobre diversos assuntos de beleza e saúde.

E aí, Fernanda, correr envelhece?

Para quem espera uma resposta rápida e direta, sinto informar, porque na verdade, DEPENDE!

O mito sobre o envelhecimento precoce dos corredores é antigo.

Estudos mostram que, durante a corrida, a produção de radicais livres (substâncias que podem oxidar as células e, portanto, acelerar o envelhecimento) é maior do que os atletas que não praticam atividade física intensa. Por outro lado, também comprovou-se que os corredores, quando em repouso, produzem mais antioxidantes, substâncias que destroem os radicais livres e atuam na reconstituição de células danificadas.

Sabe-se também que o atleta que corre de maneira exagerada dá início a um processo de estresse oxidativo pelo esforço excessivo. O corpo acaba, então, não conseguindo tamponar estes radicais livres. As substâncias antioxidantes que o corpo produz e as que ingere acabam não sendo suficientes para compensar o desgaste.

O segredo está na intensidade e na qualidade do exercício.

Como adjuvantes para o combate ao estresse oxidativo, costumo prescrever para os meus pacientes determinados antioxidantes, por via oral (nutracêuticos) e/ou via tópica (cremes).

Outro protagonista “oculto” neste processo de envelhecimento pela corrida é o sol. Muitas vezes os praticantes deste esporte o fazem ao ar livre, submetendo-se diretamente à exposição solar excessiva sem proteção adequada, o que pode ser facilmente resolvido com orientação médica. Fotoprotetores, roupas com proteção UV, óculos e uma alimentação e suplementação antioxidante adequadas fazem parte da minha rotina de prescrições para os pacientes que são praticantes deste esporte.

Correr não acelera o envelhecimento, pelo contrário, ajuda a envelhecer bem.

Sou defensora de um treino leve, mas condeno o excesso. Isso serve para tudo.

Mito superado, agora é calçar um bom tênis, passar o filtro solar em todo o corpo e acelerar o passo.

Os sedentários vão ter que arrumar outra desculpa…

deas

 

 

Por Dra. Fernanda Nichelle
Médica – Medicina da Beleza
CREMERS 36168
CREMESP 154072

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *