Moda

Conheça a inhale: marca de roupas de yoga

Escrito por  | 

Vocês conhecem a inhale? É uma marca de roupas de yoga de Porto Alegre, idealizada por Martina Heuser e por Valentina Asmus, minha instrutora de yoga. Conversamos com Valentina para conhecer um pouco mais sobre a marca.

inhale: roupas para yoga

A inhale surgiu da vontade dessas duas praticantes de yoga de terem roupas mais confortáveis, além de bonitas, leves e elegantes para poderem ser usadas também ao longo do dia. “A ideia começou numa viagem que eu e a Martina, minha sócia, fizemos juntas para um workshop e se desenvolveu a partir dai”, contou Valentina. A primeira coleção foi lançada em outubro de 2017 e, desde então, muitas peças lindas já surgiram.

As sócias da inhale

O conceito da marca é baseado na leveza. A fluidez e o conforto para os movimentos do corpo, sejam eles yoga, pilates, dança, academia… “Acreditamos que movimentar o corpo liberta a alma e para isso nasceu a inhale, como o nome sugere, uma inspiração profunda e leve”, declara Valentina.

A inhale cresceu desde que nasceu, mas permanece sendo uma marca pequena – e as sócias prezam muito isso. Graças a esse fator, as coleções são pequenas, exclusivas, todas desenvolvidas pelas duas sócias, desde a criação do conceito até a venda final.
Hoje a marca trabalha apenas com mão de obra local, prezando matéria prima nacional.

Como a maioria das peças é atemporal, a inhale não tem um calendário de lançamento. “Preferimos um ritmo mais orgânico para os lançamentos, respeitando todos os envolvidos no processo”, revela Valentina.

Hoje é possível adquirir as peças pelo site www.inhale.com.br ou direto com as sócias pelo Instagram @useinhale

Planos futuros

Para o futuro, as sócias pensam que a inhale pode e deve crescer, mas sem abrir mão da sua essência, sem abrir mão de ser uma marca dedicada à produção consciente, pensando com carinho nas clientes, bem como nas pessoas envolvidas no processo de produção.  “E queremos que ela siga inspirando mulheres a descobrir e libertar seus corpos através do movimento”, finaliza a sócia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *