Colunistas

Dra Fernanda Nichelle: cuidados com a pele durante a quarentena

Escrito por  | 

Durante a crise de Coronavírus, a higiene é mais importante do que nunca. Por isso, a Dra. Fernanda Nichelle, Médica Especialista Estética, trouxe dicas importantes sobre a limpeza das mãos e também sobre cuidados com a pele.

Cuidados com a pele durante a quarentena

O uso do álcool em gel é muito importante, mas não é insubstituível. De acordo com orientações da Organização Mundial da Saúde, a prioridade deve ser a lavagem correta de mãos com água e sabão. A lavagem deve durar pelo menos 20 segundos e abranger todas as faces das mãos. Com isso, já é possível destruir o envelope viral e impedir a contaminação por Coronavírus.

O álcool deve ser usado em situações em que estamos impossibilitados de lavar as mãos. Além de racionalizar o produto, que está em falta no mercado, essa opção também poupa as mãos de ressecamento. O uso em excesso afeta a barreira de proteção da pele, que chamamos de barreira lipídica. Isso causa fissuras, coceiras, feridas, fazendo com que as pessoas reduzam a higienização e fiquem suscetíveis a contaminações e infecções.

Em casa, lave a mão com água e sabão. Use o álcool gel apenas nas situações que estiver na rua.

Dessa forma, não há necessidade de desespero pela falta de álcool gel. Importante reforçar que é completamente contraindicado tentar fabricar álcool gel em casa. Além disso, não use álcool líquido nas mãos, pois a pouca quantidade de água gera danos à nossa pele. Tampouco use vinagre ou outras substâncias, que, além de serem agressivas, não têm eficiência comprovada contra o vírus.

Hidratação da pele

Como dito, a utilização de álcool gel e a lavagem frequente das mãos gera um ressecamento da pele, já que perdemos aos poucos a gordura natural que protege nossos membros. Para manter a hidratação das mãos, faça uso de um hidratante específico para sua pele, recomendado pela médica especialista. Priorize o uso durante a noite. Outra dica é realizar uma oclusão, ou seja, abafar a mão com creme (pode ser utilizado uma luva ou um filme PVC) para que os ativos penetrem na pele e hidratem de forma mais eficiente.

Limpeza de ambientes e de acessórios

O álcool líquido pode e deve ser utilizado para limpeza de ambientes. Nesses casos, é recomendado o uso de álcool isopropílico 70%. A concentração deve ser respeitada. Pois porcentagens maiores apresentam uma concentração mais elevada, evaporando antes de afetar o vírus.

Lembre-se de higienizar com álcool isopropílico, aí sim numa concentração maior, o celular. O recomendado é utilizar a concentração de 99%, que possui menos concentração de água e tem menos risco de comprometer os componentes do aparelho celular.

 

Só leiam e acreditem em fontes confiáveis! Fiquem em casa. Vamos cuidar da nossa saúde para preservar a saúde de todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *