Beleza

Coluna Vanessa Leite – Importância do Nutricionista

Escrito por  | 

Hoje temos aqui no blog mais uma coluna da Vanessa Leite. Hoje a coluna é especial, comemorativa ao Dia do Nutricionista, que é celebrado em 31 de agosto. No texto, a Vanessa explica a importância do nutricionista e como é bom poder contar com a orientação desse profissional. Confira:

 

Vanessa Leite

 

Muita gente acredita que entende muito de nutrição e pode abrir mão de consultar o nutricionista. Porém, não basta comer. Existe uma quantidade e uma qualidade correta, de acordo com o interesse de cada pessoa: emagrecer, ganhar massa etc.

O nutricionista pode pensar na estética, mas nunca vai esquecer da saúde do paciente. É um tratamento seguro e relativamente curto. Se seguido corretamente, pode mudar o comportamento alimentar, a relação do paciente com a comida e com a bebida, de maneira eterna. O mais legal é que o paciente que se cuida influencia a família e os amigos para viver uma vida saudável.

A autoestima e a autoconfiança do paciente mudam muito ao longo do tratamento também. É lindo de ver!

 

Como é feita a dieta com o nutricionista

O profissional nutricionista é aquele que vai fazer uma análise sobre os objetivos, as necessidades e a disponibilidade do paciente. Esse estudo inicial é chamado de anamnese. Por meio disso, o nutricionista vai montar um plano de ação para o paciente, totalmente personalizado, e vai explicar a ele passo a passo a execução da nova rotina.

Depois que o nutricionista mostra o plano para o paciente, há ainda uma revisão, para ver se aquilo está dentro das possibilidades do paciente. A partir disso, são feitas correções. Tudo é muito conversado, para que não reste nenhuma dúvida e o paciente sinta que consiga colocar aquilo em prática.

 

Dieta personalizada para cada paciente

Temos acesso hoje a muitas dietas prontas, em revistas e na internet. Porém, elas não são personalizadas. Elas podem até dar algum resultado, mas podem, junto a isso, prejudicar o metabolismo e até mesmo desencadear alguma doença.

O bom do tratamento no consultório é que, além de mostrar o que o paciente deve comer, mostramos por que ele deve comer aquilo, quais as implicações daquilo no seu organismo. Com mais informação, o paciente adere melhor ao tratamento, porque ele entende tudo que está sendo passado a ele.

O  nutricionista, diferente do endocrinologista e do nutrólogo, é aquela que estudou muito sobre os alimentos, e é capaz de passar uma dieta variada, eficaz, gostosa e prazerosa para o paciente.

O consultório de nutrição é como um consultório de terapia. É importante que o terapeuta conheça o paciente e que faça o acompanhamento. No consultório, é a mesma coisa. É preciso um envolvimento entre o profissional e o paciente. Com o acompanhamento, há uma motivação maior, porque o paciente se sente mais cuidado. O nutricionista cuida, orienta e se importa com o resultado do tratamento e com o bem-estar da pessoa.

O que é importante para o tratamento dar certo é também a empatia, se colocar no lugar do paciente para entender a realidade, as dificuldades e as possibilidades do paciente, para oferecer uma dieta que se adeque à rotina. Cada evolução, uma pequena evolução, precisa ser comemorada e valorizada. Porque cada paciente tem um ritmo, e isso precisa ser respeitado.

Outra coisa importante de ser lembrada é que o nutricionista é um profissional que ajuda a prevenir doenças, crônicas e agudas. As dietas evitam câncer, diabetes, doenças cardiovasculares e até mesmo degenerativas.

 

Consultar-se com um nutricionista é um investimento para si e para sua família.

Feliz dia a todos os profissionais da nutrição!

 

vanessa leite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *