Colunistas

Coluna Fernanda Nichelle: Cabelos brancos

Escrito por  | 

Canície ou embranquecimento dos cabelos é um fenômeno que acompanha o envelhecimento do organismo, mas pode ocorrer precocemente em algumas pessoas por motivos genéticos, nutricionais ou por doenças.

A principal causa do aparecimento de cabelos brancos é a queda na produção de melanina (pigmento que dá cor aos pelos e à pele), uma vez que, com o passar dos anos, as células que produzem esse pigmento (melanócitos) sofrem um processo de apoptose (morte) naturalmente programada.

Uma pesquisa da Universidade de Bradford, Inglaterra, relatou ter descoberto “a cura” dos cabelos brancos. De acordo com os pesquisadores, o cabelo branco é causado por um processo chamado de “estresse oxidativo epidérmico”. Conforme envelhecemos, o peróxido de hidrogênio se acumula no fio, fazendo-o perder sua cor. O processo ocorre devido a um tipo específico de radical livre, denominado Hidroxila, que ataca as células produtoras de melanina dos fios, levando à morte destas células e ao embranquecimento progressivo dos fios. O tratamento, chamado de “Pseudo-Catalase”, consegue diminuir o nível do peróxido de hidrogênio na haste capilar, baseando-se no uso de luz UV e creme.

Como os radicais livres também são apontados como possíveis aceleradores da despigmentação do cabelo, tem-se desenvolvido produtos que protegem o DNA dos melanócitos para garantir que eles funcionem normalmente por mais tempo.

Uma das armas que têm sido utilizada no combate à proliferação dos fios brancos é o PQQ (Pyrroloquinoline quinone), descoberta pelos japoneses em 1979. Trata-se de uma vitamina do complexo B, mais potente que a vitamina C, que seria capaz de neutralizar os radicais livres superóxidos e hidroxilas. Discuti este assunto com alguns colegas que estão prescrevendo para seus pacientes com bons resultados, mas estudos científicos em humanos comprovando seu benefício ainda estão em andamento. E, se não há comprovação científica, não é possível garantir resultados.

Por isso, todas estas novidades devem ser vistas com cautela. Mas, saber de uma possibilidade para um problema que até então não tinha nenhuma opção de tratamento disponível, é uma ótima notícia. E fica sempre o lembrete: consulte o seu Médico!

image1

*****
Dra. Fernanda Nichelle
Médica
CRM/RS: 36.168 CRM/SP: 154.072

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *